7 A 10 DE SETEMBRO
Expo Center Norte - SP
Início NOTÍCIAS Notícias do Expositor #SalãoDigital reúne marcas e especialistas para falar da tecnologia nos negócios de...

#SalãoDigital reúne marcas e especialistas para falar da tecnologia nos negócios de beleza

0
1326

Segunda edição do evento contou com grande público interessado nas novidades deste universo

Ser um profissional digital é mais do que saber usar as redes sociais. Tão importante quanto o uso é entender como essas tecnologias podem ser utilizadas para fazer negócios, cativar clientes e atrair novos interessados nos serviços prestados. Para ajudar os profissionais a entenderem um pouco mais do tema, a 3ª edição do #SalãoDigital reuniu profissionais, influencers e grandes nomes do mercado neste domingo (8), segundo dia da Beauty Fair 2019.

Ferramentas do Facebook para auxiliar os profissionais da beleza
Leo Bonoli, head de marketing do Facebook para pequenas e médias empresas, trouxe aos participantes informações sobre as plataformas e soluções que o grupo oferece para ajudar os profissionais. “A missão do Facebook é conectar as pessoas e aproximar o mundo. E isso tem consequências positivas na forma como as pessoas se relacionam, mas principalmente na forma como negócios são desenvolvidos e construídos. Todo mundo usa de alguma forma Facebook, Instagram, Messenger e WhatsApp nos seus negócios. Acredito que vocês saibam como isso proporciona novas oportunidades e possibilidades para vocês”, afirmou aos presentes.

Segundo Bonoli, 2,6 bilhões de pessoas usam os aplicativos e serviços do Facebook em todo mundo, a maior comunidade global já criada. Outro dado interessante: hoje, 90 milhões de negócios estão crescendo graças às ferramentas gratuitas do Facebook. “Essas ferramentas são para que o seu negócio cresça, se desenvolva. E elas oferecem igualdade de oportunidades. Hoje todo mundo, não importa o tamanho, tem dentro do Facebook as mesmas oportunidades”.

O que separam as boas das más ideias?
Se todos têm disponíveis as mesmas ferramentas, o que separam aqueles que vão prosperar dos demais? Para responder à essa pergunta, o executivo destacou quatro pilares para o êxito dos profissionais:

1.       Criatividade: a maneira de ser criativo no Facebook mudou muito. Ela saiu do texto para fotos, vídeos e stories, que possibilita uma variedade de opções e engajamento com o público. “O mais importante é a criatividade vir associada com a verdade. Aquilo que você oferece deve estar refletido no que você publica nas redes sociais”. Segundo Bonoli, 80% das pessoas dentro do Instagram seguem de alguma forma um perfil de um negócio. “Isso mostra a importância de construir uma presença online dentro dessas plataformas é importante para o desenvolvimento do negócio”

2.      Comunidade: estar presente dentro de grupos que compartilham interesses é essencial para o profissional. Cerca de 10 milhões de grupos estão no Facebook e mais de 1,4 bilhão de pessoas usam grupos todo mês. “Estabelecer contato e ser relevante nessa comunidade é absolutamente importante para que seu negócio se sobressaia”

3.      Conexões: como ajudar seus consumidores a se conectarem com seu negócio? “Você tem que responder as pessoas, seja por mensagem, direct ou WhatsApp. As pessoas estão mais propensas e tem mais confiança a comprar de quem responde as mensagens dela. A digitalização aproxima você de clientes que não estão fisicamente próximos”

4.      Vendas: a tecnologia conseguiu aumentar e potencializar o volume de vendas. É importante estar atento às barreiras que também existem nesse meio digital: “Se você não oferece pagamento em cartão de crédito, isso é uma barreira para o desenvolvimento das suas vendas. A conexão é fundamental para o sucesso das vendas”.

Jacob André também abordou tecnologia e como ela pode melhorar a eficiência da gestão

Ferramentas tecnológicas para melhorar o negócio
No palco do #SalãoDigital, os representantes de dois dos patrocinadores do evento, Marinaldo Oliveira, da Graces, e Osni Junior, da Granito, conversaram sobre softwares e soluções tecnológicas mais inovadoras para entender os clientes, analisar e melhorar os negócios de salões, barbearias e esmalterias.

Representante da Graces, empresa de software de sistema de gestão para empresas da área de beleza como salões, spas e barbearias, Marinaldo Oliveira. “Começamos há 15 anos com uma versão simples e fomos evoluindo. O sistema hoje atende uma gama muito grande de salões e nossa nova versão online atende a qualquer área.  Essa versão tem um diferencial que é “o que nós temos que fazer para vocês ganharem dinheiro e economizarem tempo”? E fizemos um sistema pensando nisso. E fomos além: esse sistema tem também gestão de redes. O sistema oferece as informações prontas e analisadas para você tomar a ação e ser mais eficiente”, contou. Convidado da Graces, Marcos Torres, da barbearia Bar, contou sua experiência com o sistema da empresa: “nós não sabemos quando ou como os clientes retornam. Com messes indicadores do sistema conseguimos fazer uma análise que eu chamo de recorrência do cliente. Quantos nós trazemos e quantos são retidos pelos profissionais? Não tinha esse controle, mas através desse sistema conseguimos fazer esse controle e identificar erros”

Osni Junior explicou o foco e a origem da Granito: “a empresa nasceu de construir soluções para aquilo que vocês profissionais precisam. Não somos só um meio de pagamento, somos uma empresa de solução para atender mercados específicos como o de beleza, por exemplo. Nessa linha construímos soluções que vão reduzir tributos e disponibilizar uma folha de pagamentos automatizadas. O sistema já separa o valor que o profissional vai receber do valor do salão. Como conseguimos isso? Não é mágica, é tecnologia”. Um dos clientes da Granito é a Von Beauty. “Sempre buscamos novas oportunidades e ideias aos nossos franqueados. E numa dessas buscas encontramos a Granito. Eles nos auxiliaram muito nas formas de pagamento, diferenciando valores de recebimento dos estabelecimentos e dos profissionais, o que deu muita autonomia aos profissionais e baixou a tributação dos salões. O resultado vem de acordo com a necessidade do franqueado e com o sistema ele consegue uma administração mais específica”, contou Diego, representante da franqueadora.

Karina Melo media painel sobre soluções inovadoras para salões, barbearias e esmalterias

Indústrias e tecnologia
O segundo painel reuniu representantes as empresas Taiff, Lowell, Make More e Itely, patrocinadores do #SalãoDigital, para tratar de um assunto relevante aos profissionais: como a tecnologia melhora a relação entre a indústria e os salões de beleza. No palco, os executivos contaram o que a indústria tem feito para melhorar essa relação do ponto de vista digital, para ajudar vocês.

Ubaldo, da Taiff, contou que a empresa está num momento de transformação: “temos no DNA a educação e a informação e dentro do que entendemos dentro disso vemos 3 pilares nessa relação com os salões: o empreendedorismo, entendimento de produtos e formação de profissionais. E a tecnologia transformou esse último, pois antes tínhamos um relacionamento presencial e precisávamos enviar técnicos a todas as cidades e isso era muito difícil. Por isso não tínhamos a abrangência que a gente gostaríamos. Mas nos últimos anos estamos trabalhando o online e os meios digitais. Temos muito conteúdo no Youtube com a ideia de estreitar o relacionamento com os profissionais para levar mais educação e democratizar a informação”.

Fabrízia contou que o foco da Lowell em suas redes sociais é a comunicação com os cabelereiros, promovendo o desenvolvimento educacional do profissional através dos nossos produtos, e também atingimos o consumidor final, pois trabalhamos muito fortemente com a revenda dos salões. “Entendemos que os clientes vão de qualquer jeito comprar os produtos, e a indicação do profissional vai definir o produto que o cliente vai comprar. Levamos essa mensagem nas redes sociais”, afirmou.

Nova no mercado, a Make More aposta nas parcerias para a criação de conteúdo relacionado aos seus produtos. “A Make More tem só dois anos e nasceu de um sonho meu de criar uma marca que fosse diferente e que o público ajudasse a construir essa marca. Nossos produtos são criados em parceria e todo tutorial do uso é criado pelo maquiador. Eles publicam e nós replicamos, compartilhamos, criamos um relacionamento e esperamos os feedbacks para crescer na base da transparência”, disse Juliana.

Retomando o trabalho junto ao mercado brasileiro, a Itely entende que a tecnologia veio para auxiliar e facilitar o nosso dia a dia, desde uma entrega até um curso completo online. E estamos trabalhando nosso material digital para investir na educação e nas interações sociais, que são importantes no nosso setor. Sempre interagimos com os clientes. Uma dessas interações é na linha nova, Oh My Blonde, que traz na embalagem um QR Code que direciona para uma página com vídeos, passo a passo e material explicativo sobre o produto”, contou Lucas.

Deborah Huff media bate-papo com Anna Glam, Erica Miguelia e Alejandro Valente

Dicas de influenciadores
No último papo da noite, os influenciadores Erica Miguelia, de micropigmentação, Anna Glam, de maquiagem, e Alejandro Valente, cabeleireiro, compartilharam suas experiências nas redes sociais e como isso melhorou seus negócios.

Os influenciadores começaram de maneiras bem distintas suas relações com as redes sociais. Enquanto Alejandro migrou seu público das mídias off-line para online, Erica e Anna já começaram nesse meio. “Percebi que eu tinha conteúdo para passar e no Youtube eu consigo passar a informação que eu tenho de uma forma mais detalhada, que impacte mais. Fui para as redes porque muita gente na internet falava sobre cabelos e não era do meio”, contou Alejandro.

Já Erica começou sem seguidores no Instagram, mas com originalidade encontrou seu espaço e alavancou seu negócio: “a internet abriu as minhas portas como micropigmentadora. Hoje eu ensino as pessoas a crescerem no mundo da estética e micropigmentação assim como eu cresci. Fui evoluindo conforme as pessoas foram interagindo comigo. Hoje o marketing é mais humanizado: primeiro a gente mostra, prova, para depois vender”, afirmou.

“Comecei no Facebook e fui descobrindo o que as pessoas queriam saber. E tem uma questão que é “o obvio as vezes precisa ser dito”. Vamos evoluindo, mas esquecemos que algumas pessoas que não sabem o básico, como achar o côncavo do olho. Então fui crescendo na tentativa e erro: postando coisas e vendo as interações do conteúdo”, relembrou Anna.

Alejandro Valente ensinou a criar conteúdo no Youtube para gerar resultado no salão

Equilíbrio pessoal x profissional
Um dos temas mais controversos é a exposição da vida pessoal em perfis profissionais. Os influenciadores se dividiram nessa temática: Anna e Érica são favoráveis a mesclar exposição vida pessoal e da profissional, mas Alejandro prefere que o perfil seja mais profissional: “posto algumas coisas pessoais no Stories, mas nunca no feed. Eu foco no público final, o que nele quer ver. Não coloco nada que não vai agregar meu público”, afirmou o cabeleireiro.

“Não acho que tudo que você faz tem que postar. Tem que ter relevância, é uma linha tênue: você vai mostrar um pouco da sua vida para dar um toque de personalidade, mostrar além do corporativo, mas coisas que tenham relevância”, disse Anna. Érica foi a mais favorável e que mais usa a prática em suas redes. “Eu gosto de mesclar trabalho e vida pessoal e meus seguidores gostam disso. Acho que seu perfil tem que ter você como pessoa, mas da forma certa, sabendo fazer essa junção. Assim mostro minha profissão, mas também meu lado de mãe, de mulher. Tudo depende do público, entender quem ele é para saber o que postar”, finalizou.

Por Karen Villerva
Foto: Divulgação

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu nome aqui
Por favor digite seu comentário!