Início Barber Presenças internacionais são destaque no 2° Congresso Internacional Barber

Presenças internacionais são destaque no 2° Congresso Internacional Barber

0
366

Com patrocínio de Babyliss Pro e Reuzel, Harry Houdini, Rob The Original e Duncan Bailey fizeram sua estreia no palco da Beauty Fair

Willy Morales foi o mestre de cerimônias da 2ª edição do congresso

Durante um período de oito horas, profissionais da barbearia, empresários e gestores do setor participaram do 2° Congresso Internacional Barber, realizado no dia 10 de setembro, último dia de Beauty Fair.

Willy Morales e Gustavo Colonno foram os responsáveis por comandar as apresentações desse dia intenso de conhecimento e networking. Além dos profissionais internacionais, trazidos pela Babyliss Pro e Reuzel, barbeiros nacionais de renome também marcaram presença e compartilharam técnicas e dicas com os presentes (veja mais aqui!).

Harry Houdini, educador da Babyliss Pro

Mágico dos Cabelos
Harry Houdini e Rob The Original, que são educadores da Babyliss Pro, foram os primeiros a apresentar técnicas de cortes para o público presente. Os barbeiros explicaram alguns dos seus recursos para apresentar um trabalho detalhista e com resultados surpreendentes.

Apelidado de “Mágico dos Cabelos”, Harry Houdini apostou num corte que envolveu um desenho no cabelo com o nível 1, ajustes com o triplo zero e meio e blend de esquina. Ele também indicou o quanto é importante seguir a curvatura da cabeça com o movimento para cima e para fora, e investir em bons produtos e equipamentos de qualidade para um trabalho de alto desempenho.

A busca por conhecimento também foi indicada como um dos caminhos para o reconhecimento e o sucesso. “É muito importante continuar estudando. Nós, barbeiros, queremos ajudar para que produzam um serviço de qualidade”, reforçou.

Rob The Original e seu trabalho artístico

Rob e o trabalho artístico na barbearia
Rob The Original se inspirou na “boca do Drácula” para mostrar um trabalho mais artístico. Ele indicou o uso do lápis de olho ou delineador líquido para marcar o local exato do corte. Além disso, sugeriu ter uma foto para inspiração em preto e branco, pois facilita na hora de reproduzir o desenho. As técnicas apresentadas envolveram o uso da ponta do trimmer e clipper para começar o blend.

Para os participantes da plateia, Rob ainda indicou o uso das redes sociais como um dos meios para a divulgação do portfólio, pois assim cada profissional consegue ganhar espaço, notoriedade e novos clientes. Ele mesmo faz isso de um modo profissional. “Estou sempre pensando em trazer algo novo a vocês. Sugiro que façam o mesmo e com muita criatividade”, disse.

Duncan Bailey, educador da Schorem, em ação no palco

Old School
Depois do almoço, os congressistas assistiram uma das técnicas usadas por Duncan Bailey, que é um entusiasta da Barbearia Clássica. O profissional realizou um corte no cabelo de um modelo acima dos 40 anos e demonstrou como o uso do pente com dentes largos favorece deixando a aparência mais natural. Ele também ensinou a usar linhas mais naturais e evitar as diagonais.

Assim que o barbeiro finalizou o corte, pegou um espelho e mostrou ao cliente que estava no palco. Essa atitude foi tomada para explicar que, hoje em dia, muitos profissionais fotografam o corte antes mesmo do cliente dizer se gostou. “Quando seu cliente está com você, antes de tirar uma foto, mostre o trabalho à ele. Veja se gostou. Só depois fotografe. Se você tira uma foto antes, é muito mais sobre você e o seu ego, do que o seu trabalho”, deu a dica.

Por Rosiana Alda
Fotos: Talita Garcia

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu nome aqui
Por favor digite seu comentário!