Início Beauty Fair 2019 Pintores renomados são fonte de inspiração de Alfaparf Milano

Pintores renomados são fonte de inspiração de Alfaparf Milano

0
542

Artistas da marca italiana se apresentaram no palco do Beauty Collection, durante a Beauty Fair, e mostraram looks ousados e cheios de personalidade

Eliabe Moreira em ação no palco do Beauty Collection

A Alfaparf Milano levou para a Beauty Fair criações diversas inspiradas em grandes pintores e Leonardo da Vinci foi um deles. O artista faleceu aos 67 anos em maio de 1519 e a marca italiana aproveitou o 500º ano de morte de Da Vinci para homenageá-lo no palco do Beauty Collection.

Ousadia e paleta de cores expressivas eram características do pintor e foram levadas para o palco por meio de inúmeras criações. O trabalho do artista é caracterizado pela ousadia e por suas paletas de cores expressivas e foram esses os atributos que também puderam ser vistos na apresentação da Alfaparf intitulada de Arts in Hair.

Tons de ruivo predominaram na passarela da Alfaparf Milano

Arte nos cabelos
As primeiras modelos a subirem na passarela tinham os cabelos coloridos em tons de ruivo com efeito holográfico e os profissionais destacaram o terceiro reflexo como o responsável pelo brilho nos cabelos. Para chegar nos tons apresentados, os profissionais usaram as cores 7.452 (com loiro médio, cobre e acaju), 9.423 (loiro claríssimo com cobre) e 6.562 (loiro escuro e acaju).

Criações do time brasileiro Alfaparf Milano
Os cortes também fizeram parte da apresentação no Beauty Collection e a geometria característica da marca esteve presente a partir da inspiração em artistas renomados, como Piet Mondrian, Oscar Niemeyer e Picasso.

Mondrian
O pintor neerlandês é reconhecido por seus traços modernistas, com uso constante das cores azul, vermelho e amarelo. Outra característica do pintor é o uso de linhas retas e o cabeleireiro Bruno Tiltscher demonstrou, na prática, como essa inspiração foi essencial para o corte reto na base, quadrado flutuante, com pontos mais curtos na parte interna e também na franja.

Oscar Niemeyer
Embora Niemeyer não seja um pintor, suas obras foram inspiração para Miró Rodrigues que apostou nos movimentos arredondados, graduações e formas bem estruturadas do arquiteto brasileiro em suas criação. O artista de Alfaparf executou um corte com graduações redondas, utilizando uma técnica de movimentos em círculo. Destaque para a franja cheia de personalidade.

Picasso
Eliabe Moreira apresentou técnicas de corte que envolveram linha reta na nuca, desconexões propositais para dar um efeito mais volumoso e formas mais triangulares tendo Picasso como inspiração. Aproveitando as características da modelo, Eliabe reforçou como o corte valorizou o alongamento do maxilar.

Liberdade como inspiração
Outro destaque do Workshow da Alfaparf foram as formas desconstruídas não só em cabelos lisos, mas em fios cabelos crespos e cacheados. Para isso, os artistas de Alfaparf mantiveram a inspiração nos artistas: Niemeyer e a busca por contrariar a gravidade; Mondrian em cabelos com estruturas redondas; e Picasso com as formas triangulares.


Por Rosiana Alda
Fotos: Ag. Riguardare

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu nome aqui
Por favor digite seu comentário!