7 A 10 DE SETEMBRO
Expo Center Norte - SP
Entrar / Cadastrar

TELEVENDAS: (11) 3181-5197

WHATSAPP: (11) 97961-0275

Início NOTÍCIAS NRF 2019 NRF 2019 e os primeiros insights para o varejo de beleza

NRF 2019 e os primeiros insights para o varejo de beleza

0
550

Cesar Tsukuda e Eduardo Terra trazem os primeiros aprendizados da maratona de palestras do maior evento de varejo do mundo


Primeiros insights – by Cesar Tsukuda
Neste primeiro dia posso destacar dois pontos relevantes em relação ao conteúdo da NRF.
O primeiro deles está relacionado ao papel da liderança na transformação digital das empresas. Este é um assunto que não tem volta e o líder precisa entender que nem sempre a execução dos processos está na sua mão. Seu papel é validar e facilitar os processos e se cercar de pessoas hábeis a conduzir esta transformação, além de assegurar que o propósito e o DNA do seu negócio será mantido.

A atenção total ao consumidor e sua jornada é outro assunto que ganhou relevância neste
primeiro dia da NRF e isso vai desde o desenvolvimento de produtos a um simples “bom dia” ao seu cliente. Considero que há certos exageros na NRF quando os especialistas reforçam que deve-se ouvir o consumidor, porque nem sempre ele sabe o que quer. É algo muito mais complexo do que isso e a empresa deve analisar com profundidade os dados que possui e se assegurar que, de fato, está entendendo seu consumidor.

Primeiro insights – by Eduardo Terra
Hoje discutiu-se principalmente o tamanho e a velocidade da mudança que o varejo tem que passar nos próximos anos e a tecnologia é a base para sustentar esta mudança. Em uma das palestras, por exemplo, o CTO do Walmart estava discutindo o investimento que a companhia faz neste aspecto. Para se ter uma ideia, foram quase U$11 milhões no ano passado para que o Walmart possa garantir competividade e eficiência por meio do digital.
Além de tecnologia, há um desafio muito grande de entender e mapear a jornada do  consumidor. Desde o momento que ele começa a pensar na sua marca até todo o processo de entrega e conclusão do pedido.

Outro ponto importante são os dados, apesar de ter sido falado em outros anos. É por meio
deles que vamos buscar a personalização deste consumidor e um varejo mais inteligente. Uma expressão que está se usando bastante aqui é do “Deep Retail”, que significa um varejo que mergulha fundo nos dados, tanto da mercadoria, dos seus ativos, quanto dos seus consumidores.

Edição por Deborah Huff, de Nova Iorque

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu nome aqui
Por favor digite seu comentário!