Início NOTÍCIAS Estética Mercado estético: Impulsione seu negócio

Mercado estético: Impulsione seu negócio

0
955

No mercado da beleza, só ter bons serviços e produtos de qualidade não é suficiente para atrair e fidelizar sua clientela. Para sair na frente, alguns espaços oferecem procedimentos integrados, atendimento humanizado e até tratamentos para pais e filhos usufruírem juntos, como é o caso do Sense Spa, estabelecimento localizado dentro do hotel Rosewood London, em Londres na Inglaterra. Destinado a crianças e adolescentes de 6 a 16 anos, o serviço Rose Bud Menu inclui massagens para pais e mães fazerem ao lado dos filhos, limpeza de pele, procedimentos contra acne e manicure. “Sentimos que esses tratamentos seriam ideais às famílias para relaxarem juntas. Em muitos casos, é a primeira experiência de uma criança com massagem, é útil ter um pai (ou mãe) no local para guiá-los pelo processo, juntamente com o terapeuta”, conta Ginta Senhofa, assistente administrativa do spa, que ressalta que os clientes gostam do serviço por ser diferente das atividades comuns da família, como ir ao cinema ou ao parque, por exemplo.

 
Tudo no mesmo lugar
A clínica carioca Beauté by Casal Plástica, dos cirurgiões plásticos Brunna Salvarezza e Eduardo Porto Leite, oferece à clientes a associação da estética e de lasers a procedimentos cirúrgicos, possibilitando efeitos mais satisfatórios. “Separados, cada um vai até certo ponto, mas associando as técnicas são possíveis melhores resultados. Os aparelhos elevam os resultados das cirurgias”, afirma Brunna Salvarezza.

Os pacientes da clínica são avaliados de maneira multidisciplinar para que seja indicado o melhor tratamento. “Somos bastante honestos na análise, falamos se o procedimento vai ou não corresponder às expectativas dos pacientes e quais alternativas são viáveis. Assim, eles se sentem bem individualizados, percebendo que o tratamento é feito para eles de acordo com seu tempo e disponibilidade”, diz a médica, revelando ainda que o espaço permite a liberdade de escolha. “As pessoas têm receio de procurar serviços estéticos, pois acham que clínicas e cirurgiões vão ‘empurrar’ uma cirurgia ou procedimento. Quando você vai a um lugar que já tem tudo, há muito mais opções e ao oferecer mais alternativas, atendendo de maneira integral, a clínica se adequa à realidade de hoje”, declara.

 
100% digital
Compras pela internet já fazem parte do dia a dia e agora também é possível comprar procedimentos estéticos on-line. A proposta do Buddha Spa – que tem 15 unidades na cidade de São Paulo e mais duas no interior, além de outras 10 espalhadas pelo Rio de Janeiro, Paraíba e Goiás – é oferecer por meio de seu site a compra de tratamentos estéticos. O interessado tem acesso ao descritivo dos serviços, duração, respostas para dúvidas frequentes e formulário para enviar perguntas, caso ainda haja algum questionamento, além do valor do serviço e formas de pagamento variadas. “Cada vez mais o canal on-line faz parte da rotina e dos hábitos de consumo do cliente. Como nossa oferta de serviços ocorre totalmente off-line, era importante que tivéssemos alguma maneira de alcançar a nossa clientela, então lançamos o e-commerce para que comprem on-line e possam realizar os procedimentos em qualquer unidade da rede”, revela Gustavo Albanesi, sócio-diretor do Buddha Spa.

Entre os tratamentos disponíveis estão drenagem linfática, massagens relaxantes, tratamentos para gestantes, pós-parto e serviços voltados ao público masculino, além de Day Spa e Dia da Noiva, segundo Gustavo, aproximadamente 20% do faturamento atual da rede vêm do canal de vendas on-line.

 
Estética humanizada

Conhecer bem o cliente é fundamental para um tratamento estético com resultados satisfatórios. E é exatamente este o foco do trabalho de Isabel Piatti, especialista em Estética e Cosmetologia e embaixadora do Centro e Instituto Internacional de Aprimoramento e Pesquisas Científicas. “Cada indivíduo é diferente e apresenta necessidades específicas; portanto, precisa de um tratamento personalizado. Graças à tecnologia, é possível personalizar os tratamentos a partir de um mesmo conjunto de informações e produtos, que oferecem a possibilidade de serem manipulados na frente do cliente, no momento do tratamento estético, a partir da necessidade e características de cada pessoa”, diz ela.

Para Isabel, o profissional precisa quebrar os procedimentos “engessados” e assim, destacar-se no mercado com um atendimento mais humanizado. “Falar em humanização é colocar o ser humano como ponto central, valorizando-o como pessoa, por sua essência e por toda a história de vida que carrega. Aos profissionais, sempre costumo falar que quem escolhe trabalhar com estética, não escolhe uma profissão, mas abraça uma missão de vida. E estética humanizada é isso, é demonstrar o interesse pelo outro, indo além das aparências que a estética nos mostra”.

Uma dica da Isabel aos profissionais é trabalhar com um prontuário estético detalhado (conhecido também como ficha de anamnese), a fim de conhecer cada necessidade e particularidade do cliente. Isso permitirá compreender melhor cada caso, direcionar o tratamento de forma mais assertiva e proporcionar resultados mais satisfatórios.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu nome aqui
Por favor digite seu comentário!