7 A 10 DE SETEMBRO
Expo Center Norte - SP
Entrar / Cadastrar

TELEVENDAS: (11) 3181-5197

WHATSAPP: (11) 97961-0275

Início NOTÍCIAS NRF 2019 Experiência é a alma do negócio

Experiência é a alma do negócio

0
303

Em painel mediado por Alberto Serrentino, que contou com a participação do fundador da
Cacau Show e do CEO da Pianoforte Holding, o tema foi destaque


Não é de hoje que a experiência do cliente está no centro das discussões entre os varejistas. E como não há uma fórmula exata, o tema figura entre os grandes desafios do varejo listados pelo consultor Alberto Serrentino no primeiro dia de NRF.

O sócio da BTR-Varese mediou um painel que contou com a participação de Alexandre Tadeu da Costa, fundador da rede Cacau Show, e Francesco Pinto, CEO da Pianoforte Holding, que falaram sobre suas operações e ações que desenvolvem afim de melhorar diversos aspectos, especialmente a experiência do consumidor.

A apresentação abordou alguns dos desafios do varejo, entre eles a transformação digital, a cultura digital, direcionamento de dados, estruturas e processos mais ágeis, zero atrito,
conveniência e lojas que oferecem boa experiência, além de ecossistemas e novos modelos de varejo.

Alberto Serrentino, consultor

Alberto também destacou que para criar um novo varejo é preciso ser obsessivo pelo cliente e por dados. Nesse aspecto, a transformação e a cultura digital também são fatores essenciais. Embora os desafios não sejam fáceis no sentido da aplicabilidade, vale ter como inspiração o Alibaba, que é um gigante que já vem ditando como o varejo deve ser no futuro. Repensar a loja como um espaço de elevada experiência, que seja fácil, inteligente e conveniente ao consumidor se torna imprescindível.

Durante a apresentação, Alexandre comentou que foi pensando no cliente como centro do seu negócio que a rede, que conta com mais de 2 mil lojas, inaugurou uma maxi loja, onde os clientes podem encontrar não só os produtos para comprar, mas podem ter uma experiência diferenciada; o local conta com uma cozinha onde os consumidores podem aprender a fazer trufas, cinema para crianças e uma série de atividades pensadas em entreter e tornar o espaço um local que as pessoas desejam visitar.

Francesco reforça a fala de Alexandre e salienta a necessidade de não só melhorar, como
aumentar a experiência do cliente. Ele comentou ainda que decidiu unir comida e moda em
uma das lojas e a equação foi positiva.

Vale ressaltar que para oferecer uma experiência relevante e que faça a diferença, a empresa precisa ter sua cultura bem definida. Isso vai melhorar ainda mais a conexão entre a companhia e os clientes.

Por Fabíola de Freitas, de Nova Iorque

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu nome aqui
Por favor digite seu comentário!