Início NOTÍCIAS Acontece Domingo azul: salão de beleza reserva dia para crianças autistas

Domingo azul: salão de beleza reserva dia para crianças autistas

0
2316

Em todo último domingo do mês, o Corte Kids dedica todos os atendimentos a portadores de TEA. Saiba mais!


Os primeiros passos para a descoberta do autismo geram tensão e dúvida nos envolvidos. O transtorno apresenta vários graus e pode, nos mais elevados, interferir na interação social do indivíduo atingindo a fala e o nível intelectual. É por conta dessas características que alguns estabelecimentos têm dificuldade em atender essas crianças. E, pensando nisso, a rede Corte Kids, especializada no atendimento infantil, dedicou-se a conhecer mais sobre o autismo e a oferecer atendimento diferenciado a esse perfil de cliente.

Alexandre Finozzi, cabeleireiro infantil, foi quem teve a ideia durante um de seus atendimentos. Em 2007, ele recebeu em seu salão o Gabriel, portador do transtorno, que foi a principal motivação para o projeto Domingo Azul, que consiste em um dia dedicado ao atendimento dos portadores de autismo. O cabeleireiro explica que é maravilhoso realizar esse trabalho e que está conquistando bons resultados. “Levantamos a bandeira da causa, pois é preciso desmistificar os pré-conceitos existentes em torno deste e tantos outros transtornos neurológicos e patologias. Precisamos pensar na qualidade de vida destas crianças e a missão do Domingo Azul é exatamente essa”, ressaltou.

Durante os dez anos de trabalho, Alexandre ou Tio Alê, como é chamado pelas crianças, pôde conviver com diferentes graus do autismo, esclarecer dúvidas neurológicas e adaptar-se a essa realidade. A partir disso surgiram alguns cuidados específicos no próprio salão, como o tempo de atendimento, o volume ambiente e também um manual e o treinamento de toda a equipe, além de incluir livros para ler e desenhar enquanto as crianças esperam. “Nossos profissionais possuem uma estrutura completa para entreter a criança e envolvê-la em uma experiência prazerosa”, garantiu Alexandre.

Com o atendimento especializado, não só as crianças ficam felizes; as mães também ficam tranquilas, já que o momento se tornou, uma espécie de troca de experiências, interação e conversas sobre o convívio social das crianças.

 

Por Isabela Lessak

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu nome aqui
Por favor digite seu comentário!