7 A 10 DE SETEMBRO
Expo Center Norte - SP
Início NOTÍCIAS Beauty Fair 2018 Beauty Fair 2018: Fórum Varejo de Beleza discute cenário atual das perfumarias

Beauty Fair 2018: Fórum Varejo de Beleza discute cenário atual das perfumarias

0
1564

O evento, que marca a abertura da maior feira de beleza das Américas, reuniu os principais gestores do setor de varejo de perfumarias do Brasil 


Foto Talita Garcia

Por mais um ano, o Fórum Beauty Fair do Varejo de Beleza deu o pontapé inicial na programação da Beauty Fair. O evento, que aconteceu nessa sexta-feira (07), no Expo Center Norte, em São Paulo, contou com mais de 500 participantes entre empresários da indústria, gestores e lojistas das principais perfumarias do Brasil.

Cesar Tsukuda, diretor superintendente da Beauty Fair, abriu o evento dando boas-vindas aos convidados e reforçou a importância do canal perfumaria para o setor de beleza e para a economia nacional. “A perfumaria se posiciona como o principal canal de venda de beleza. Essa é a nossa especialidade e somos imbatíveis em entregar beleza para os consumidores. As pautas que selecionamos para esse encontro têm o objetivo de elevar a perfumaria como o maior canal de beleza do Brasil. Temos muitos desafios, pois passamos por momentos difíceis, mas cabe a nós sermos os protagonistas das mudanças votando bem e trabalhando duro. Espero que a Beauty Fair e o Fórum do Varejo contribuam muito para o negócio de vocês com ideias, grandes negócios, boas práticas e amizades”, discursou.

Em seguida, foi a vez dos palestrantes contribuírem com informações, dados e análises. Abaixo, você confere os temas apresentados no Fórum Beauty Fair do Varejo de Beleza 2018:

Foto Talita Garcia

Cenário econômico brasileiro
“Os bárbaros atacam o império”. Foi com esta frase que o economista Otávio de Barros abriu o primeiro bloco de palestras apontando os cenários da nova globalização. “Todos os modelos de negócios estão de pernas para o ar. A globalização discutida há 30 anos não tem nada a ver com a de agora, pois depende cada vez menos de custos. Fazemos, de maneira orgânica, a transição de uma economia de posse para uma economia de experiência e será a experiência digital que marcará as atividades comerciais”, previu o economista.

Reforma da previdência em pauta
Para quebrar os tabus sobre a reforma da previdência, a Beauty Fair recrutou o especialista em leis trabalhistas Denis Sarak, que também apontou os novos perfis dos trabalhadores brasileiros. “Cerca de 51% das normas contidas na lei trabalhista favorecem o funcionário e contribuem com as relações entre pessoa física e jurídica. Quem pensa que a reforma da previdência é algo ruim está enganado. Como disse o Otávio de Barros, a reforma vem para desafogar o pais e não deixará de beneficiar nunca o funcionário”, apontou.

Foto Talita Garcia

Expansão na prática
Hélio Freddi, gerente geral do grupo Hirota, falou sobre sua experiência de expansão com a marca Hirota, que conta com uma rede de mercados e foi a primeira empresa a implementar, no Brasil, o conceito de alimentação express. “Nós estimulamos os sentidos dos nossos clientes com soluções em alimentação para todos os momentos e paladares. Vocês, da beleza, devem estimular a vaidade para expandir o negócio de vocês”, ensinou.

Passando o bastão
Fábio Mizumoto, professor da FGV e especialista em empresas familiares, deu aos gestores dicas que simplificam o processo de sucessão familiar. “O plano sucessório leva de dois a cinco anos. Isso quando há organização. Não existe receita, nem certo e errado. O ideal para todos é o diálogo franco para que cada família adeque suas expectativas e estruture o futuro da empresa com formação e perspectiva. Há vários modelos de planos sucessórios e nenhum é melhor ou pior do que o outro; eles são feitos para se adequar a cada perfil de família”, reforçou.

Para encerrar o primeiro bloco de palestras, Fábio conduziu uma mesa redonda com os líderes de grandes redes de perfumarias e seus herdeiros. Robson Machado e a filha Thaynara Machado (Shopping dos Cosméticos); Juarez Lanes e Saymon Gonçalves (Casa do Cabeleireiro Della e Delle); Jurandir Vieira e os filhos Caio Freitas e Camila Freitas (Solução Cosméticos), compartilharam suas experiências com a temática da sucessão familiar.

Foto Talita Garcia

Transformação digital
Entrando no assunto que está revolucionando o mercado mundial, Carlos Piazza, trouxe os impactos das tecnologias sobre as vivências humanas. Carlos ressaltou a rapidez com que lidamos com as novidades e também o contrário, como demoramos a reconhecer as novas mudanças. “Vivemos um tempo com três grandes pontos: a era da colaboração, onde cada um indivíduo tem uma função, uma paixão e, juntos, todos fazem um time que funciona; a inteligência compartilhada, não saber fazer nada sozinho, mas juntos conseguir resultados; e um mundo sem idade, onde a data de nascimento já não importa mais”.

Enriquecendo a pauta, o coach Robin Taffin discutiu a importância da transformação dos líderes e a renovação, destacando, entre outros assuntos, três insights sobre a mudança no mundo. “A primeira é que o mundo está mudando. Ele muda há 4,5 bilhões de anos e sempre vai mudar. O que hoje muda é a nossa percepção sobre essa mudança, temos a sensação de que é muito mais rápido, mas ele sempre mudou igual. Não existem coisas iguais sempre, acordamos e até agora já mudamos algo, seja uma ideia ou pensamento, mas muitas vezes nem percebemos, pois não controlamos a mudança do tempo e do mundo. O segundo ponto é que fomos feitos para nos adaptar, evoluímos para isso. Nos adaptamos o tempo todo, para tudo; o mundo está mudando o tempo todo e sabemos que nos adaptamos. Já o terceiro ponto é que somos uma fonte infinita de inauguração e novas ideias, podemos e devemos olhar ao nosso redor e não só no ponto que já conhecemos. Temos um infinito ao nosso redor”, completou Taffin.

Comunicação e marketing
Fernando Belfort, representante do Waze, discutiu as mudanças nas formas de comunicação e marketing nos tempos atuais e trouxe para o foco de sua palestra a mudança na forma como se conversa com o público e os formatos de vendas. “Não acredito muito na importância dos canais, ou multicanais, mas sim no foco no consumidor”, enfatizou.

Panorama Beauty Fair 2018/2019
O Panorama Beauty Fair é uma parte importante do evento, já que consiste na divulgação de dados inéditos obtidos através da parceria entre Beauty Fair com a Euromonitor e a Nielsen. A ideia é que,  com os dados e perspectivas do cenário do varejo de beleza no Brasil, os gestores de perfumarias tenham diretrizes de forma a impulsionar seus negócios.
Cesar Tsukuda, diretor-superintendente da Beauty Fair, apresentou o Panorama ressaltando o potencial de crescimento do setor no País acima da estatística apresentada pela pesquisa. “Por que acreditamos que podemos mais? Porque a maioria aqui consegue atender dois públicos e não só pelo volume, mas pela influência e por isso regem boa fatia do mercado, que são os profissionais e os heavy users apaixonados por beleza”.
Cesar ressaltou o compromisso de crescimento e afirmou que o desenvolvimento do mercado está nas mãos dos gestores e lojistas ali presentes. “Cabe, exclusivamente, a nós fazer esse canal crescer – mesmo com os desafios econômicos -, para que as perfumarias continuem sendo o principal canal de beleza do Brasil”, concluiu.

Bate-papo
Gestores e lojistas de perfumarias participaram de um bate-papo sobre inovações e como a indústria e o varejo podem continuar aquecendo o mercado de beleza. Os representantes das empresas Belshop, Danny Cosméticos, Ikesaki, Léo Cosméticos, Soneda, Thalia Perfumaria e Mundo do Cabeleireiro estiveram no palco para apresentar seus cases e debater alguns temas pertinentes à realidade vivida diariamente no negócio. Para encerrar o Fórum Beauty Fair do Varejo de Beleza, o historiador Leandro Karnal levou seu bom humor e apontou alternativas para manter o espírito positivo, mesmo em cenários de crises.

 

Por Isabela Lessak e Janaína Alves

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu nome aqui
Por favor digite seu comentário!